segunda-feira, 27 de julho de 2015

lu indica: o seriado "Younger"

Confesso que só comecei a assistir a Younger por causa da Hilary Duff, mas a série ganhou meu coração já no primeiro episódio. Eu simplesmente não conseguia parar de assistir e acabei pausando todas as minhas séries porque queria terminar logo a primeira temporada. Como são só 12 episódios, com cerca de 20 minutos cada, um dia de maratona já dá conta do recado.

Younger conta a história de Liza Miller, uma quarentona recém-divorciada. Ela vivia em função do marido e da filha e, por isso, seus empregos eram ser mãe, esposa e dona de casa. Agora, com a filha fazendo intercâmbio na Índia e com o marido recentemente transformado em ex, Liza vai morar com Maggie (amiga-lésbica-artista-linda-diva) e precisa arranjar um emprego. Só que ninguém quer contratar uma mulher de 40 anos que passou tanto tempo longe do mercado de trabalho, né?

Um dia, em um bar, um cara mais novo e super gato acaba achando que a Liza é bem mais nova do que ela realmente é. Juntando isso e a sugestão da Maggie de que ela devia mentir sobre sua idade, ela passa por uma transformação, faz de conta que tem 26 anos e acaba sendo contratada como assistente de marketing em uma editora de livros.

Vem ver o trailer:

Sinopse original. Elenco foda. Boas piadas. Figurino lindo. Trilha sonora massa. Sério, Younger tem tudo pra dar certo! Sutton Fostar tá incrível como a protagonista meiga e atrapalhada que só quer uma segunda chance na vida. E parece que a escolha foi feita a dedo, porque ninguém melhor pra dar vida a uma personagem tão cativante. Além disso, a mulher é uma camaleoa. Ela tem 40 anos na vida real e não parece MESMO. Quer dizer, com a maquiagem e as roupas certas, ela vai dos 26 aos 40. É surreal. 

Hilary Duff tá uma graça como Kelsey, a colega de trabalho super confiante e decidida na vida profissional, mas que é um fiasco na vida amorosa. Debi Mazar, que interpreta Maggie, também tá um arraso. Miriam Shor ficou com o papel de Diana Trout, uma espécie de Miranda Prestley (O diabo veste Prada), um pouco menos carrasca, chefe da Liza. Só mulheres fortes, independentes e maravilhosas.

É impossível não se sentir adolescente outra vez ao ver a Liza recuperar o tempo perdido. A série tem um clima leve e descontraído que só me faz desejar que os episódios fossem mais longos. Também é muito legal acompanhar a parte adulta da nova vida dela, com um emprego dos sonhos como o que ela conseguiu.

Ah, eu já falei que o seriado se passa em Nova York? E que é dos mesmos criadores de Sex and the city? Pois, então. Motivo é o que não falta pra você dar uma chance pra Younger, mas aqui vai mais uma razão:

O moço bonito se chama Nico Tortorella. Na série ele é Josh, o novinho que a protagonista vai pegar dicumforça. E aí, te convenci?

Fazia tempo que uma série não me conquistava tão forte assim. Vale a pena dedicar algumas horas por dia pra conferir. Amei, já sinto saudades e já tou desesperada pela segunda temporada. <3

Um comentário :

  1. Devo confessar que nunca tinha ouvido falar dessa série hahaha, mas achei a premissa da história bem interessante, afinal, acho que todo mundo as vezes quer recuperar o tempo perdido! Fiquei curiosa e o bom é que os episódios são curtinhos ai dá pra assistir muitos episódios num só dia! Adorei a dica Lu, Beijos!

    ResponderExcluir