quinta-feira, 4 de junho de 2015

pipoca-AAAAH: maio

Muita gente se surpreende com a quantidade de livros que eu leio, mas é tudo uma questão de prioridades. Enquanto devoro os livros, os filmes e os seriados acabam ficando de lado, tadinhos. Resultado? Em maio só assisti a dois filmes. Que vergonha, Lu! Mas vem ver quais foram:

101 Dálmatas
Depois de anos reclamando que a Disney não relançava 101 Dálmatas, finalmente eu tive a surpresa da minha vida ao encontrar o DVD nas Americanas. Pirei, né? Comprei na hora e assisti com o namorado em seguida. Pra quem não sabe, esse foi o filme da minha infância e, com certeza, um dos que mais marcou a minha vida. Enquanto minhas amigas tinham a coleção inteira das VHS da Disney (especialmente os filmes das princesas, que não podiam faltar), eu só tinha 101 Dálmatas e assistia repetidamente, quase que todo santo dia. A experiência de assistir ao filme depois de adulta foi ótima. Relembrei os motivos de gostar tanto dele e me apaixonei de novo!
Caminhos da Floresta
Já reparei que com Caminhos da Floresta não tem meio-termo: ou você ama ou odeia. No meu caso, vou ser do contra e dizer que amei, hihi. O filme é irônico e, ao mesmo tempo em que tenta ser fiel aos contos de fadas originais (as versões sangrentas e macabras que a Disney sempre disfarçou pra criançada poder assistir), ridiculariza e satiriza essas histórias. Muita gente falou que o filme é indeciso. Pode até ser. A primeira metade do longa tem uma vibe e poderia ter um final redondinho se parasse ali. Mas o filme continua e a segunda metade é outra coisa completamente diferente. Só que, pra mim, funcionou. Gostei do enredo, da maneira de juntar todas as histórias, das músicas e achei a sacada do final incrível. Não vou contar pra não dar spoiler. Palmas para Anna Kendrick (sua linda!) e pra menina que faz a Chapeuzinho Vermelho e canta pra caralho, que conseguiram ofuscar Meryl Streep (THEY BEAT MERYL!) Tá indicado, viu?

Pois é, só deu Disney.

Nenhum comentário :

Postar um comentário